Inovando em Criatividade, Construindo Lideranças

Você trabalharia nesse ambiente?

Alunos registram sua história

Aprendem a pensar: grupos (G-4) e lideranças

Ensino para a vida: desafios e projetos  

 

Ginásio 4 + recortada

Ginásio

Até 64 alunos/aula – Facilitador – Tutoria – Monitoria – Liderança – Grupo (4) – Circuito
Trabalhos extramuros
Memória: Celular – Iphone – Smartphone – Tablet –
Ensino a Distância: Vídeo – Blogue – Sítio
Cursos Presenciais
Relacionamento com Instituições e Universidades

A considerar
Especificidade para cada escola pública, que em nada deixa a desejar

 

 

Compromisso e Necessidades

 Você Gostaria de Estudar em Harvard?

 

Um compromisso para tornar o mundo um lugar melhor

Um desejo de ajudar a resolver os desafios da Educação

Uma dedicação para aprender e liderar

Para impactar o mundo

Seria isso idealismo?

 

Construindo uma Escola Inovadora

– por Monica Weinberg, VEJA, 16/mar/2016

“A americana Katherine Merseth, 70 anos, tornou-se proeminente na área da educação. Na Universidade de Harvard é diretora do Programa de Formação de Professores, e ganhou projeção por um feito raro: faz todo mundo querer dar aulas. A fórmula se baseia na atração de jovens recém-formados, das engenharias às ciências biológicas, que ali aprendem a ensinar crianças de escolas públicas, onde vão trabalhar depois. À frente de um dos cursos mais concorridos de Harvard, a prestigiada educadora diz que treinar gente talentosa para dar aulas é a fórmula para qualquer país trilhar o caminho do crescimento”.

Relacionamento
Remessa do projeto à Drª Katherine visando troca de informações

 


 

Trabalhos em Grupo, Projetos e Desafios

 

Todo serviço inovador causa impacto na vida das pessoas,

e transforma sua forma de viver

 

Nossos Estudos & Pesquisas

 

Cortiça Português

 

Educação

Cabem novas escolhas, novas ideias que lidem com os desafios e incluam habilidades socioemocionais: raciocínio lógico, resolver problemas, boa argumentação, poder de crítica, avaliação. Tudo a partir do ensino fundamental, com alunos de oito a treze anos.

 

Base Curricular Nacional (¹)

Foi dito “o que” ensinar, mas não “como” o conteúdo (“que conteúdos”?) deverá ser transmitido aos alunos. As escolas terão liberdade de seguir seus objetivos, com suas especificidades e métodos. Todavia, adia-se o grande problema: teoria vs. prática.

 

(¹) Um roteiro acadêmico para todas as 190 mil escolas públicas e particulares: aprendizagem ano a ano, matéria por matéria, do ensino infantil ao fundamental; ensino médio virá depois. As mudanças serão exigidas por lei a partir de 2019.
Obs.: 70% dos pais dos alunos estão satisfeitos com as escolas de seus filhos. Portanto, não cobram mudanças. É possível?

 

Manual para o Séc. XXI

A disciplina Educação Física e Esporte, ainda tão desprezada, carece de um roteiro conciso, denso e variado, onde a sequência de conteúdos seja apresentada de forma construtiva e bem fundamentada.

Buscamos levar à quadra esportiva professores de matemática, português, música (coral), TICs. E também de Pedagogia.

 

Reescrevendo Métodos

A prototipagem sugere novos métodos a empregar e se impõe pela demanda de ideias práticas do como fazer. Uma reformulação futura nas faculdades de Pedagogia e Educação Física produziria efeitos positivos, pois ainda priorizam a teoria em detrimento da prática.

Cursos de formação profissional continuada de acordo com as novas diretrizes e metodologias. As escolas poderão então se reorganizar e reescrever seu didatismo para formas multidisciplinares. (98% dos docentes são favoráveis)

Pesquisas no Brasil revelam:
— A infraestrutura e a competência de gestores e professores constituem-se nos principais gargalos na Educação. (CIEB)
— Preconizam-se cursos de formação que contemplem disciplinas afins e projetos reais para inovar na graduação e especialização. (Instituto Inspirare)

 

Nova Praxia

Quem se habilitaria a planejar e promover

 cursos práticos em esporte escolar?

 

Quebrar Barreiras

Pretende-se reduzir, ou mesmo eliminar, a distância entre o bem e o mal educado: quebrar barreiras.

A preocupação se estende a cientistas da Neurociência que tentam estabelecer uma ponte entre teoria e prática. Infelizmente, abdicam de diálogos e das vivências de professores mais experimentados. (*)

Nossas intervenções práticas foram testadas e aceitas por milhares de crianças. Segue-se agora o treinamento profundo.

Professor na função de facilitador/tutor, alunos proativos deixam a zona de conforto evitando ou resolvendo problemas. Críticos de seu próprio fazer, avaliam-se mutuamente, e ao professor.

————————

(*) Participamos do 1º Congresso Mundial de Neurociência Aplicada à Educação, inclusive com oferta de palestra, não aceita. (UFRJ)
Algumas vivências: 1) Cursos (45 e 30 dias), pioneirismo no mini vôlei, 1974, SESI-DN, Recife-PE; 2) Participação no 1º Simpósio Mundial de Mini Vôlei, Suécia, 1975, inc. palestra: 3) Morro do Cantagalo (2-3 meses), crianças, adolescentes e adultos, CIEP, 2010; 4) Cursos simultâneos para 1.200 crianças em praias de 4 estados, 1992 (Sec. Esporte Pres. República, CBV); 5) Cursos/estágio pedagógico, aulas regulares/praia para até 400 alunos, 1992-94.

 


 

 

 

Manual de Engenharia Pedagógica

Domínio de Conhecimentos Aplicáveis em uma Situação

 

O Manual é apresentado com revelações recentes da Neurociência e contribuições do novíssimo Design thinking.

Objetiva- se despertar competências indispensáveis à vida, e não talento esportivo, como entendido popularmente, muito embora o mesmo seja inevitável. Entre elas:

Atenção – Autorregulação – Emoção – Empatia – Resiliência –  Rendimento Escolar

 

 


 

 

 

Temática

Transformando Pessoas e Suas Vidas

 

 

Sumário redondo

 

 

Conteúdos a Compartilhar

 

1ª a 3ª aula           Habilidades, Ações Físicas ou Cognitivas?

4ª a 6ª aula          Interação e Construção do Conhecimento

7ª a 9ª aula          Código do Talento e Teoria Mielínica

10ª a 12ª aula      De Onde Vem o Talento?

13ª a 15ª aula      Produção de Circuitos Isolados com Mielina 

 

 

Nova Dimensão do Esporte Escolar 

1) 132 mil estudantes de 13 a 21 anos revelaram desejo de uma escola com currículo diversificado e flexível, em que se aprende com atividades práticas e tecnologias, em espaços físicos dinâmicos e variados. (Nova Escola em Re-Construção)

2) Outras, acrescentaram: desafios em sala, atividades extraclasse, atividades esportivas, artísticas e alimentação escolar.

 

 


 

 

 

Como Funciona

Treinamento Profundo

Você se torna mais inteligente a partir de seus erros

 

Aprender a Estudar

Nossos genes não mudam com a idade, mas a capacidade de produzir mielina, sim.

Repetições aumentam a produção de mielina, a maior responsável pela aquisição de habilidades.

Para atingir bons resultados em uma atividade QUALQUER (6 meses) não precisa nascer com um dom. Apenas um cuidado: repetir, repetir, mas CERTO!


 

  

 

Pedagogia, Didática: Praxia〈²〉

Desenvolvendo Habilidades

 

Circuito Neural

Criamos habilidades – ações físicas e cognitivas – utilizando variados circuitos neurais.

PraiaIcaraí-150x150

20 campos, 400 crianças

Exercitando-se em séries, o aluno monta suas ações interligando blocos, eles próprios feitos de outros blocos. Assim agrupam-se váriados movimentos musculares.

A fluência é alcançada pela repetição dos movimentos até que se saiba processar os blocos como um só grande bloco.

O aluno dispara então o circuito neural construído e aprimorado pelo treinamento. Ao final, experimenta um sentimento de euforia, de êxito.

 

(²)  Praxia: em psicologia, função que permite a realização de gestos coordenados e eficazes.

 


 

 

 

Criando um Ambiente Favorável

Colorido Emocional    

 

Aprender Brincando e Jogando

Interesse é o envolvimento interior que orienta todas as nossas forças no sentido do estudo de um objeto.

digitalizar0004querer aprender surge através do colorido emocional. Tudo o mais vem  normalmente.

Para que algo seja bem assimilado deve-se torná-lo interessante; é necessário que não seja exaustivamente repetido.

Alunos ganham em motivação nas aulas com uma novidade que os mantenha atraídos, surpresos.

A memória funciona intensamente nos casos em que é envolvida e orientada por certo interesse e boas emoções.

 

 


 

 

Inclusivo: Sempre Cabe Mais Um!

 

Ginásiop&b

Festa na escola: torneios internos.

Colégio Batista1

Despertando o interesse dos menores.

 

 

Galeria nova

 

Disponível na web 576 postagens relativas à…

 

FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA

Ensino a Distância 

fig131A

www.procrie.com.br

 


 

Leia mais…

Sobre a construção de um protótipo

MiniEuFavBairro

Novo Século, Novos Métodos de Ensino

Como Construir um Protótipo

 Criando um Protótipo

Valor da Prototipagem


Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

No Responses to “Inovando em Criatividade, Construindo Lideranças”

Leave a Reply

Name:
Email:
Website:
Comment: